Número total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de março de 2020

Semana da Leitura- Correntes de Leitura

Integrada na "Semana da Leitura"do Plano de Atividades da Biblioteca Escolar, na próxima semana vamos ter "Correntes de Leitura".
A cada turma foi atribuído um livro que deverá ser lido durante 5 minutos, no início de cada aula, durante toda a semana, isto é, de 9 a 13 de março. Os livros foram sugeridos pelos professores de Português, em colaboração com o professor bibliotecário. A leitura do livro está a cargo dos professores de cada disciplina. O delegado de turma será o responsável pelo transporte do livro.

VAMOS LER!
VAMOS SONHAR!
VAMOS VIAJAR!

Hora do conto com a escritora Ana Luísa Carrola

Os alunos das Escolas Básicas do 1º ciclo do Agrupamento ( Póvoa do Paço, Sarrazola, Cacia, Quintã do Loureiro e Taboeira), vão ter a oportunidade de ouvir contar histórias, nomeadamente "A estranha ilha flutuante- as aventuras de Mia", pela voz da sua autora, a escritora Ana Luísa Carrola.
Hoje, a apresentação teve lugar na Escola da Póvoa do Paço e todos seguiram com muita atenção o desenrolar da história e, no final, todos cantaram acompanhados pelo som da viola tocada pela escritora.






 

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

Dia dos Namorados

Aproxima-se o Dia dos Namorados e dos Amigos.
Vamos lá escrever mensagens bonitas!

terça-feira, 4 de fevereiro de 2020

30 de janeiro- Dia Internacional da Não Violência e da Paz

Também a Biblioteca Escolar se preocupa com as questões relacionadas com a violência; foram afixados vários cartazes de apelo à não violência e à paz.


 

quinta-feira, 30 de janeiro de 2020

Escrita Criativa 3


Era uma vez uma menina chamada Criatividade.
A Criatividade era uma menina que adorava sonhar e ir para além da vulgaridade. Ela vivia numa aldeia simples, mas muito bonita e onde reinava a paz e a concórdia. Um dia Criatividadedecidiu deixar a casa dos seus pais e construiu a sua Solidariedade. Ah, Solidariedade era o nome da sua casinha.
Numa noite fria, algo estranho aconteceu… Acordou num mundo diferente. Estava escuro, não havia cor e todas as flores que ali se encontravam estavam murchas. As pessoas andavam lentamente de um lado para o outro, de cabeça baixa. Usavam roupas escuras e, observando melhor, nas suas roupas, estavam bordadas palavras negativas: raiva, ódio, tristeza, amargura, indiferença, repugnância, etc. Sem querer, a Criatividade esbarrou contra o Egoísmo.
O Egoísmo era um rapaz revoltado, e, por isso, reagiu mal. Foi grosseiro, indelicado, apesar de ela lhe ter pedido desculpa. Mas, como não era de desistir, conversou melhor com ele e ajudou-o a ser uma pessoa melhor.
Algumas semanas depois, estavam todos curados e sabem porquê? Porque a Criatividade convidou cada pessoa a entrar na Solidariedade e quando saía era uma pessoa diferente, mais feliz! E sabem quem é que a ajudou nesta tarefa tão árdua? O Egoísmo!
Mas, uma noite, a Criatividade desapareceu. Andava de terra em terra a espalhar o bem.
Egoísmo, em sua homenagem, escreveu o nome Solidariedade na sua casa e utilizou-a para o bem.
Escrita criativa - Sofia Monteiro, nº 13, 7º A



Escrita criativa 2

Era uma vez um rapazinho chamado Vasco, um rapazinho muito criativo e que tinha muitos sonhos.
 Quando era criança, o seu pai construiu um barco que ele admirava diariamente e que alimentou nele o sonho, de um dia, ser navegador. Tinha a esperança de ser tão falado e reconhecido quanto o grande navegador Vasco da Gama.
Quando completou 15 anos, o seu pai levou-o para conhecer melhor o barco e dar uma volta o que   aumentou ainda mais o seu sonho.
Uns anos mais tarde, depois de ter concluído o curso superior, decidiu aventurar-se e foi para o mar, mas tinha muito medo dos monstros marinhos que apareciam nas histórias contadas pelo seu pai que ele ouvia com muito entusiasmo.
Um dia, entrou no barco, desta vez sem o seu pai, mas com um certo receio. De repente, viu um bilhete deixado pelo pai e, de imediato, leu-o. Este deu-lhe força e coragem para continuar aquela viagem.
No bilhete lia-se: Este barco é extremamente sensível. Tem de ser tratado com muito carinho. Só é permitida a entrada a pessoas com o coração cheio de coragem e esperança de ir mais longe.

 Escrita criativa- Ana Rita Dias, nº 1, 7º A  

Escrita Criativa 1

Os alunos do 7º ano tiveram oportunidade de participar, no passado mês de dezembro, numa Oficina de Escrita Criativa.
Nas aulas de Português, os alunos deram largas à imaginação na produção de textos.
Deixamos aqui alguns exemplos.

Certo dia, numa aldeia longínqua, uma menina sonhava com a dança. A dança era tudo para ela. Ela sonhava ser uma excelente bailarina e atuar nos grandes palcos do mundo.
Na sua aldeia, todos diziam que ela não era capaz, gozavam com ela e diziam que ela tinha “macaquinhos na cabeça” e que arranjasse um trabalho decente.
A menina vagueava triste pelas ruas, mas sempre com o sonho na cabeça. Um dia, estava ela nos seus pensamentos, quando uma velhinha, sábia, que andava a observá-la há já algum tempo, se aproximou e lhe disse que acreditava nela. A velhinha também lhe disse que ela seria capaz de vencer, mas que iria encontrar muitos obstáculos. Por isso, teria que tomar precauções, pois, a meio do caminho, iria encontrar uma floresta cheia de palavras horríveis e que seria melhor ela construir algo para se defender.
Certa manhã, a menina decidiu sair da sua terra para concretizar o seu sonho. Pegou nas suas malas e no seu coração enorme para se defender daquelas palavras… raiva… inveja… intrigas…maldade… E não é que as venceu?
Hoje, ela é uma reconhecida bailarina na Ópera de Paris, mas nunca se esqueceu do conselho sábio da velhinha.

Escrita criativa - Bianca Rodrigues, nº 5, 7º A

Dia Escolar da Não Violência e da Paz

O Dia Escolar da Não Violência e da Paz comemora-se a 30 de janeiro ,data instituída em 1964, em Espanha pelo poeta, pedagogo e pacifista, Llorenço Vidal e escolhida em honra de Mahatama Gandhi, assassinado a 30 de janeiro de 1948. 
O  objetivo deste dia é alertar pais, professores, alunos, governantes e políticos, para a necessidade de uma  educação para a paz, que promova valores como o respeito, a igualdade, a tolerância, a solidariedade, a cooperação e a não violência. 
A comunicação saudável, a amizade e a luta contra o bullying devem ser preocupações de todos nós.
Estes são alguns dos cartazes realizados pelos alunos do 6ºB e 6ºC, nas aulas de EV/ET e afixados em vários locais da escola
 

 

 



quinta-feira, 23 de janeiro de 2020

"A Fada Oriana"- Ana Esteves- contadora de histórias

No dia 22 de janeiro e, no âmbito  da disciplina de Português, os alunos do 5º ano tiveram a oportunidade de ouvir o conto de Sophia de Mello Breyner Andreson "A fada Oriana", contada por Ana Esteves.
Os alunos assistiram com muita atenção, à forma apaixonada e efusiva, como a nossa convidada apresentou a história.










A Fada Oriana

 Nova atividade da nossa Biblioteca, desta vez dirigida aos alunos do 5º ano e no âmbito da disciplina de Português.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

BOAS FESTAS

A equipa da Biblioteca Escolar deseja a toda a comunidade escolar, Feliz Natal e Próspero Ano Novo!

(exposição de presépios realizados pelos alunos do 6º ano nas disciplinas de EV e de ET, com reutilização de materiais)

Oficina de Escrita Criativa



Nos dias 3 e 4 de dezembro, tivemos na nossa Biblioteca Escolar a "Oficina de Escrita Criativa", promovida pela Biblioteca Municipal, em colaboração com a BE e o Departamento de Línguas.
A atividade destinou-se aos alunos do 7ºA, 7ºB, 8ºB e 8ºC, inserida no "Projeto Faunas".


 


 


quinta-feira, 21 de novembro de 2019

" Uma vaca de estimação à solta ...na Biblioteca"

No passado dia 13 de novembro, na Escola Básica da Quintã do Loureiro, os alunos  do 4º ano de escolaridade, assistiram à dramatização do conto " Uma vaca de estimação à solta ...na Biblioteca", de Luísa Ducla Soares. A dramatização do conto foi feita pela atriz Cláudia Staltmiller e os alunos participaram com bastante atenção e entusiasmo.